segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Gostoso como um beijo

No final do ano retrasado, o Evandro, amigo do HK, foi para a Itália, num intercâmbio. Deve ter voltado cheio de novidades: um intercâmbio sempre é uma experiência fantástica... e todas as pessoas deveriam nascer com o direito de viver em outro país por algum tempo na vida.
Eu tenho certeza absoluta de que seria feliz na Itália. Vocês leram "Comer, Rezar, Amar"? Eu lia e babava, babava e lia... só de imaginar as massas, os gelati... hmmmm... Só não fiquei muito animada com a pizza de Nápole descrita - tenho certeza de que, como americana, a Liz Gilbert não conhece boa pizza e, se fosse em São Paulo, ela ficaria impressionada igual.
A boa nova é que, quem volta da Itália, não precisa mais ser órfão de gelato (como eu sou de empanada portenha, croissant parisiense, cupcake londrino, e, principalmente, clam chowder do Maine... Que saudades...) - o Evandro descobriu um exatamente igual aos melhores que tomou nas bandas de lá, o Bacio di Latte.

Fui domingo passado, no calor escaldante que anda fazendo por aqui. Claro que estava L O T A D A Ç O, mas, como eu sou brasileira e não desisto nunca, enfrentei a fila, paguei R$ 10 pelo copinho médio, experimentei trocentos sabores e saí de lá feliz-que-nem-criança, com meu copinho de pistache e avelã!
Veredito? VERAMENTE MERAVIGLIOSO!
O de pistache é muito bom, assim como o de chocolate com pimenta (peperoncino), limão siciliano, figo (parece que você está comendo a fruta congelada) e leite (ainda melhor que o da Parmalat), mas você não pode perder mesmo o de avelã (nocciola)... HORS-CONCOURS!!!
Estou salivando só de lembrar...

HK e eu decidimos que a sorveteria é ótima e merece a visita, mas não é tão absurdamente melhor que tantas outras de São Paulo, como o Stuppendo (sobre o qual acabei de descobrir surpreendentemente que nunca escrevi nada...), por exemplo.

O copinho pequeno custa R$ 8; o grande, R$ 12.

Voltarei: certamente! Pelo de avelã.
Para ir: sempre, como fazem os italianos
Tipo: gelato italiano!

Fotos: Fernanda I.

Serviço de utilidade pública: Rua Oscar Freire, 136, Cerqueira César - tel. 3662-2573

Um comentário:

  1. Nossa.. no calor (ABSURDO) que está por aqui..
    Salivando, LITERALMENTE!

    ResponderExcluir