sexta-feira, 30 de maio de 2014

Amana Colonies e Omaha

Entre Chicago e NY, são poucas as dicas (também foram poucos os dias) –

Saímos de Chicago, dirigindo até Amana Colonies, perto de Iowa City.
Amana já foi uma comunidade alemã religiosa fechada, tal como os Amish (mas outra religião), entre 1850 e 1930. Hoje, a cidade é uma Monte Verde – toda bonitinha, colonialzinha, com as casas bem conservadas e alguns produtos ainda feitos artesanal e localmente!

O B&B Prairie Rose, indicação do TripAdvisor, foi uma das pousadas mais agradáveis em que já fiquei na vida! Minha mãe também se encantou! Primeiro que a dona, a Marye, é a pessoa mais fofa EVER!! Ela nos recebeu com homemade brownies ótimos, falou da casa (que era a lavanderia da comunidade), conversou sobre a vida dela e sobre as nossas, falou da cidade... bateu o maior papo. Uma linda. 

Segundo que a casa e os quartos eram super bem cuidados, bem decorados, muito agradáveis. A casa inteira só para a gente (ela mora na parte de baixo, que tem entrada independente)! 



Terceiro que o café da manhã, feito pela própria Marye, estava ótimo!!! Café gostoso, suco fresco de laranja, frutas silvestres e blackberry waffles com maple syrup, além de bacon de Amana!



Amana não é um destino final em si (é como se um americano viesse ao Brasil para conhecer Campos do Jordão), mas, se estiver nas mediações, é um bom ponto de parada.

Algumas lojinhas interessantes para se conhecer na cidade –
(só tem isso)
. Furniture Shop
. Millstream Brewery (estava muito bom o chopp deles)
. Meat Shop e Smokehouse
. Woollen Mill
. General Shopping
Refeição no Yoke Oxx Inn


Paz até demais!

Lá em Omaha, ficamos no New Victorian Inn, que é bem mediozinho e bem afastado do centro de Omaha... Sem grandes destaques.

Sem grandes destaques para os passeios, também, uma vez que ficamos enfurnados sábado inteiro no evento do Berkshire Hathaway (nós 2 + 34.498 pessoas, num estádio imenso).



Apesar de Omaha ser famosa pelos steaks, acabamos nos rendendo às cadeias...

Chipotle – o HK já falou desta cadeia neste post aqui, mas eu faço questão de fazer eco – o Chipotle não é um fast food qualquer! É um fast food de qualidade!!!! Os ingredientes são saudáveis, o resultado é supersaboroso (apesar de não ser muito bonito...)! Adorei! Teria comido outras vezes na viagem, se já não tivesse tanta coisa para experimentar!
Para te influenciar na escolha entre Chipotle e uma coisa gorda e pouco saudável, vale dar uma olhada neste vídeo aqui. Quase emocionante!

Red Lobster – é comida pronta, né...?! Mas é bem boa! Você não vai se arrepender de ter ido!
O carrot cake é bom, mas nada comparável ao do 210 Diner.
Aliás, o primeiro Red Lobster de SP já abriu no Terminal 2 de Cumbica. Um amigo do HK disse que é igualzinho ao dos Estados Unidos!

Cheesecake Factory – dividimos 2 pratos (entre 4 pessoas), para conseguirmos comer a sobremesa (os pratos são BEM grandes). A carne estava boa (macia e no ponto correto), assim como a massa (bem fresca).
O cheesecake me surpreendeu – não é pesado como se espera de um típico americano. É bem gostoso! O favorito foi o de limão com framboesa (o melhor par cítrico do mundo), mas o tradicional com calda de frutas vermelhas estava bom, também.
Acho que gostei mais do Cheesecake Factory que do Red Lobster...





fernandica de Omaha é, na verdade, by Mr. Warren Buffett – os restaurantes favoritos dele são: Gorat’s e Piccolo Pete's.

Fotos: Fernanda I.

Um comentário:

  1. Babeiii... com esse cafe da manhã, Ferdis!!!

    ResponderExcluir